Celebração

Sei que toda a história do homem foi marcada por interesses, desigualdades, hipocrisia e incontáveis episódios de desrespeito com os mais 'fracos'. Perfeição da Legião Urbana é uma música do século passado, mas impressiona pela letra atual. A verdade é que as relações de poder continuam a tecer a vida humana. O tempo passa e quase tudo se tranforma e ganha novos significados. Lamentavelmente Perfeição é só mais um grito de indignação.

"Vamos celebrar a estupidez humana/ Vamos celebrar a estupidez do povo/ Vamos celebrar nosso governo/ Celebrar a juventude sem escolas/ Celebrar nossa desunião/ Vamos celebrar Eros e Thanatos/ Persephone e Hades/ Vamos celebrar nossa tristeza/ Vamos celebrar nossa vaidade/ Vamos comemorar como idiotas/ Vamos celebrar nossa justiça/ A ganância e a difamação/ Vamos celebrar os preconceitos/ Toda a hipocrisia e toda a afetação/ Todo roubo e toda indiferença/ Vamos celebrar a fome/ Não ter a quem ouvir/ Não se ter a quem amar/ Vamos alimentar o que é maldade/ Vamos machucar o coração/ Vamos celebrar nossa bandeira/ Nosso passado/ De absurdos gloriosos/ Tudo que é gratuito e feio/ Tudo o que é normal/ Vamos celebrar nossa saudade/ Comemorar a nossa solidão/ Vamos festejar a inveja/ A intolerância, a incompreensão/ Vamos festejar a violência/ Vamos celebrar a aberração/ De toda a nossa falta de bom senso/ Nosso descaso por educação/ Vamos celebrar o horror de tudo isto/ Com festa, velório e caixão/ Tá tudo morto e enterrado agora/ Já que também podemos celebrar/ A estupidez de quem cantou essa canção..."

(trechode'perfeição'/ RenatoRusso)