Será o olhar indiferente?
a individualidade?
ou a falta de apego?
esses bichanos me fascinam.
Eles são um enigma, sempre singulares
nem feras nem tão domesticáveis...

Seu eu fosse budista, voltava gato...