Se você me encontrar assim: 
meio distante, torcendo cacho, roendo a mão...
É que eu tô pensando num lugar melhor 
ou eu tô amando, e isso é bem pior!
Se você me encontrar rodando pela casa, 
fumando filtro, roendo a mão...
É que eu não tô sonhando. 
Eu tenho um plano que eu não sei achar.
(...)
Se você me encontrar num bar, desatinado, 
falando alto coisas cruéis...
É que eu tô querendo um cantinho ali 
ou então descolando alguém pra ir dormir.
Mas se eu tiver nos olhos uma luz bonita, 
fica comigo e me faz feliz!
É que eu tô sozinho há tanto tempo!
Que eu me esqueci 
o que é verdade e o que é mentira em volta de mim.

Cazuza / Roberto Frejat