What's going on?

Twenty-five years and my life is still, I'm trying to get up that great big hill of hope for a destination. I realized quickly when I knew I should that the world was made up for this brotherhood of man for whatever that means. And so I cry sometimes when I'm lying in bed, just to get it all out what's in my head, and I, I am feeling a little peculiar... And so I wake in the morning and I step outside, and I take deep breath and I get real high, and I scream from the top of my lungs: What's going on?

And I sing, hey, yeah, yeah-eah!! Hey, yeah, yeah!! I said, hey! What's goin' on?
And I sing, hey, yeah, yeah-eah!! Hey, yeah, yeah!! I said, hey! What's going on?

And I try, oh, my God, do I try!!! I try all the time in this institution. And I pray, oh, my God, do I pray!! I pray every single day for a revolution!!!

(What's up? 4 Non Blondes)


*Vinte e cinco anos e minha vida está imóvel, estou tentando subir aquela grande colina de esperança por um destino. Eu percebi logo quando soube que o mundo era feito para essa Irmandade dos homens seja lá o que isso signifique. E então eu choro algumas vezes quando estou deitada na cama, apenas para tirar tudo que está em minha cabeça, e eu, eu estou me sentindo um pouco peculiar... E então eu acordo pela manhã e vou lá para fora, e eu inspiro profundamente e eu fico muito chapada, e grito com toda a força: O que está acontecendo?

E eu canto, hey, yeah, yeah-eah!! Hey, yeah, yeah!! Eu disse, hey! O que está acontecendo?
E eu canto, hey, yeah, yeah-eah!! Hey, yeah, yeah!! Eu disse, hey! O que está acontecendo?

E eu tento, oh, meu Deus, como eu tento!!! Eu tento o tempo todo nesta instituição. E eu rezo, oh, meu Deus, como eu rezo!! Eu rezo todo santo dia por uma revolução!!!