Eu sei.

Quem foi que me deixou no limite do amor? 
Entre o lar e a morada, eu estou entre o adeus e a contrapartida. 
No meio do fio, na corda bamba, é o amor! 
Entre risos nervosos tenho os olhos meus sobre os sonhos teus...
Deixa o coração ter a mania de insistir em ser feliz!
Se o amor é o corte e a cicatriz,
Pra quê tanto medo?
Se esse é o nosso jeito de culpar o desejo...

[M.Y.]
 Algo esta em transformação.